O que é LEPIDS?

sobre LEPIDSO Laboratório de Estudo, Pesquisa e Intervenção em Desenvolvimento e Saúde (LEPIDS) realiza trabalhos interdisciplinares de pesquisa, extensão e intervenção nos campos de prevenção e promoção da saúde e do desenvolvimento dos usuários e profissionais da Maternidade-Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ME-UFRJ)

Apoiado pela FAPERJ, o núcleo é coordenado pela professora Dra. Ana Cristina Barros da Cunha, docente pesquisadora do CNPq com doutorado na área de Psicologia Social e do Desenvolvimento, e conta com a participação de profissionais de Psicologia, Enfermagem, Medicina e Nutrição, docentes e técnicos da Maternidade-Escola da UFRJ (ME-UFRJ), além de alunos residentes em Psicologia pelo Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Perinatal/ME-UFRJ, alunos residentes em Medicina pelo Programa de Residência Médica/UFRJ e alunos de graduação em Psicologia do Instituto de Psicologia da UFRJ (IP/UFRJ).

A partir desse enfoque interdisciplinar entre Psicologia Pediátrica e demais áreas de Saúde e considerando o desenvolvimento como um produto de interações dinâmicas e recíprocas entre o individuo e o seu meio, o Laboratório analisa e discute questões relevantes na área do desenvolvimento humano, com intuito de realizar projetos de pesquisa e de extensão geradores de conhecimento na área da Psicologia e Saúde. Dentre tais questões, pode-se destacar o estudo das variáveis relacionadas à forma como as pessoas enfrentam situações de risco ao desenvolvimento (coping) e à eficácia de medidas de avaliação e intervenção que identifiquem tais estratégias e minimizem os riscos provenientes de situações de vulnerabilidade, propiciando, assim, a prevenção de atrasos de desenvolvimento e a promoção da Saúde Materno-Infantil.

O LEPIDS é, portanto, um ambiente de investigação e proposição de metodologias de avaliação e intervenção em Psicologia e Saúde aplicada ao estudo do desenvolvimento humano, provendo suporte biopsicossocial para o enfrentamento de condições de vulnerabilidade ao desenvolvimento, como a hospitalização e o diagnóstico gestacional crítico da população atendida nos serviços de atenção materno-infantil da Maternidade-Escola da UFRJ (ME-UFRJ). 

Objetivo e atividades

Com objetivo principal de produzir conhecimentos técnico-científicos para consolidação de uma prática de Atenção à Saúde Materno-infantil mais humanizada e promotora do desenvolvimento humano, o LEPIDS realiza projetos junto aos Ambulatórios de Gravidez Adolescente, Medicina Fetal, Diabetes Gestacional, Neurologia, UTI Neonatal e Follow-up, através do projeto integrado de pesquisa Resiliência e indicadores emocionais e de enfretamento (coping): pesquisa-intervenção em contextos de vulnerabilidade para o desenvolvimento e saúde. O núcleo também apoia as atividades de ensino do Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Perinatal, através de grupos de estudos; seminários e fóruns de discussão; além de ações dirigidas para os profissionais com base na temática Psicologia, Saúde e Desenvolvimento.

Entre as diversas atividades promovidas pelo Laboratório, podemos citar:

• Mapeamento e análise das ações de prevenção na Maternidade-Escola, através de entrevistas aos responsáveis pelos serviços de atendimento pré-natal, perinatal e neonatal; 

• Avaliação geral e acompanhamento do desenvolvimento infantil, para identificação de aspectos do desenvolvimento perinatal e acompanhamento do desenvolvimento precoce em sessões de follow up para bebês de risco; 

• Caracterização da população atendida na Maternidade-Escola, incluindo as gestantes e os bebês nascidos em situação de vulnerabilidade (prematuros, com baixo peso, malformações congenitas), através de levantamento documental; 

• Avaliação médica e psicodiagnóstica das condições biopsicossociais das gestantes e suas famílias;

• Avaliação das condições biopsicossociais e intervenção psicológica, conduzida individualmente ou em grupo, com as gestantes adolescentes, com DMG e diagnóstico de malformação fetal, em ações interdisciplinares, tais como consulta conjunta com a Obstetrícia e ações educativas com a Enfermagem e Nutrição; 

• Intervenção psicoeducacional com famílias, usando programas de intervenção precoce para prevenção de atrasos e promoção do desenvolvimento infantil, através da sensibilização de pais de crianças em risco para o desenvolvimento. 

Tendo em vista o perfil assistencial e demográfico do público atendido na Maternidade-Escola, os trabalhos desenvolvidos pelo LEPIDS são de extrema importância porque contribuem para a política de crescimento, preocupação e comprometimento que a instituição vem adotando em relação à formação dos recursos humanos e à mudança no sistema de atenção à Saúde Materno-Infantil nos diferentes âmbitos do Sistema Único de Saúde (SUS). 

O Laboratório colabora de forma significativa com a proposta da Maternidade-Escola em prestar assistência e formar profissionais com perfil técnico-científico para atuar na realidade da Rede Pública de Saúde, com base em uma proposta integrada de trabalho que, em prol da população, articule esforços políticos, administrativos, assistenciais e de pesquisa para produção de conhecimento inerente às diversas áreas de atuação envolvidas. Dessa forma, o LEPIDS, com base na sua produção científica decorrente dos trabalhos desenvolvidos junto a gestantes, mães, bebês e famílias em condições específicas de vulnerabilidade, colabora com práticas inovadoras de investigação em Psicologia Pediátrica e Saúde Materno-Infantil, propiciando a consolidação de tais áreas.

Sobre nós

Atuando em diversos setores da Maternidade Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ME-UFRJ), a nossa equipe é formada por psicólogos da instituição, professores, residentes, estagiários de pesquisa e clínica, além de diversos colaboradores, inclusive de outras áreas, como Enfermagem, Medicina e Nutrição.

Nossa proposta tem como objetivo principal construir e produzir conhecimento técnico-científico na área da Atenção à Saúde Materno-Infantil, a partir da realização de projetos multiprofissionais de estudo e pesquisa sobre temáticas importantes para a saúde e o desenvolvimento humano. 

Dessa forma, realizamos trabalhos interdisciplinares de pesquisa e intervenção no campo da prevenção e da promoção de saúde e do desenvolvimento, de usuários e profissionais da ME-UFRJ.

Equipe Lepids

Equipe

Coordenação

Ana Cristina B. Cunha

Profa Dra Ana Cristina Barros da Cunha é psicóloga (UFRJ, 1993), Mestre em Educação Especial (UERJ, 1996), Doutora em Psicologia Social e do Desenvolvimento (UFES, 2004), docente do Departamento de Psicologia Clinica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) desde 1997, e pesquisadora da Maternidade-Escola da UFRJ desde 2010, onde é coordenadora acadêmica de Psicologia do Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Perinatal. Atualmente é bolsista de produtividade do CNPq (APQ 2) e pesquisadora da FAPERJ

Sub-Coordenação

Luciana Ferreira Monteiro

Luciana Ferreira Monteiro é psicóloga (Universidade Santa Úrsula, RJ), com experiencia nas áreas clínica e hospitalar. Mestre em Atención Temprana pelo Instituto Superior de Estudios Psicológicos (ISEP-Madrid) e em Mujeres y Salud da Universidade Complutense de Madrid (Espanha). É também especialista em Teoria e Clínica Psicanalítica (CEPCOP), Psicologia Médica (UERJ) e Psicologia Oncológica (INCA). Trabalha como psicóloga, técnico-administrativo da ME-UFRJ desde 2003 e foi coordenadora de campo e preceptora de Psicologia do Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Perinatal em 2010-2011. Colabora com os projetos de pesquisa e extensão conduzidos no LEPIDS

Participantes

foto

Beatriz Dias Junqueira é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como aluna de extensão no LEPIDS da Divisão de Ensino da ME-UFRJ. Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano, Psicologia da Saúde e Perinatal, nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contextos de vulnerabilidade e saúde da mulher, com enfoque nas temáticas relacionadas a resiliência, enfrentamento (coping) e autorregulação do estresse na gestação. 

foto da Bruna

Bruna Zanini Ferreira é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como aluna de extensão no LEPIDS da Divisão de Ensino da ME-UFRJ. Possui o interesse na área de Desenvolvimento Humano, Psicologia Clínica, nos temas relacionados à maternidade em contextos de saúde da mulher, fatores de risco e violência doméstica.

foto da Cássia

Cássia Perry é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como aluna de extensão no LEPIDS da Divisão de Ensino da ME-UFRJ. Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Hospitalar, nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contextos de vulnerabilidade, assim como a temática a respeito da saúde da mulher e processos de prevenção e promoção de saúde.

foto

Maria Cecília dos Santos de Assis é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME - UFRJ como aluna de extensão no LEPIDS da Divisão de Ensino da ME - UFRJ. Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Clínica Hospitalar, nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contextos de vulnerabilidade.

foto

Millena Silva de Oliveira é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como aluna de extensão no LEPIDS da Divisão de Ensino da ME-UFRJ. Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Clínica Hospitalar, nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contextos de vulnerabilidade, saúde da mulher e temáticas relacionadas a fatores de risco, resiliência e mecanismos de enfrentamento (coping).

Foto extensionista Paula

Paula Caroline de Moura Burgarelli é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como aluna de extensão no LEPIDS da Divisão de Ensino da ME-UFRJ. Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Hospitalar, nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contextos de vulnerabilidade, assim como a temática da resiliência. 

Foto extensionista Priscila

Priscila Benac de Santana Sousa é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como aluna de extensão no LEPIDS da Divisão de Ensino da ME-UFRJ. Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Hospitalar, nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contextos de vulnerabilidade, assim como a temática da resiliência e da saúde da mulher.

Colaboradores

Bruno Figueiredo Damásio

Professor do Instituto de Psicologia (Departamento de Psicometria) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Psicólogo (UEPB), mestre e doutor em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS - CAPES 7). Pesquisador colaborador do Centro de Estudos Psicológicos CEP-Rua. Realizou estágio de mestrado na Università di Bologna (Itália), onde desenvolveu atividades de pesquisa, supervisão e docência junto ao Laboratório de Psicometria (PAT - Psicometria Assessment e Testistica). Tem como foco de pesquisa a Psicometria, especialmente os estudos de construção, adaptação e validação de instrumentos psicológicos, utilizando Modelagem de Equações Estruturais e Teoria de Resposta ao Item. Atualmente é Editor-Associado da Revista Temas em Psicologia, da Sociedade Brasileira de Psicologia (2012-). Interessa-se pelos seguintes temas: sentido de vida, bem-estar, qualidade de vida, resiliência, coping e recursos psicossociais. Interessa-se, também, em pesquisas transculturais

Cláudia Saunders

Nutricionista, Mestre em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, 1995), Doutora em Ciências pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (2003) e, Pós-doutorado no Programa de Epidemiologia em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública da FIOCRUZ (2014). Professor associado do Instituto de Nutrição Josué de Castro (INJC) da UFRJ, atuando como docente na graduação em Nutrição, setor Nutrição Materno-infantil, no Programa de Pós-graduação em Nutrição (Mestrado Acadêmico, Mestrado Profissional e Doutorado) do INJC/UFRJ e docente da residência multiprofissional da Maternidade Escola/UFRJ. Atua como consultora e revisora de revistas nacionais,internacionais e do Comitê de Ética em Pesquisa da Maternidade Escola da UFRJ. Atuou como consultora da World Health Organization (WHO) na área de micronutrientes (vitamina A). Autora do livro Nutrição em Obstetrícia e Pediatria e de outros capítulos de livros em Obstetrícia e Nutrição. Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Saúde Materna e Infantil (GPSMI) do INJC/UFRJ, desenvolvendo pesquisas sobre os temas: saúde e nutrição gestantes e puérperas, assistência nutricional pré-natal, diabetes na gestação e, carência de micronutrientes no grupo materno-infantil. Colaboradora em projetos de pesquisa e extensão conduzidos no LEPIDS. Bolsista Produtividade em Pesquisa - CNPQ - PQ2.

Cristos Pritsivelis

Médico formado pela UFRJ. Fez residência em Obstetrícia e Ginecologia na UFRJ, Mestrado e Doutorado pela Faculdade de Medicina da UFRJ. Atualmente é médico concursado da Maternidade Escola da UFRJ, responsável pelo ambulatório de Medicina Fetal e também pelos setores de apoio diagnóstico e terapêutico

Gisele Passos da Costa Gribel

Mestre em Ciências Médicas pela Universidade Federal Fluminense. Título Superior em Anestesiologia pela Sociedade Brasileira de Anestesiologia. Título de especialista em Acupuntura pela Associação Médica Brasileira. Chefe do Serviço de Anestesiologia da Maternidade Escola da UFRJ. Responsável pelo estágio em Anestesia Obstétrica para residentes de Anestesiologia na da Maternidade Escola da UFRJ. Responsável pelo ambulatório de acupuntura da Maternidade Escola da UFRJ

Lenita Zajdenverg

Professora adjunta do departamento de Clínica médica da faculdade de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Chefe do serviço de nutrologia e diabetes do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho-UFRJ. Coordenadora do serviço de Diabetes e Gravidez da Maternidade Escola da UFRJ. Coordenadora do Programa de Residência Médica em Endocrinologia e Metabologia da UFRJ. Doutora em Clínica Médica/Nutrologia pela UFRJ. Fellow da Joslin diabetes Center. Mestre em Endocrinologia pela UFRJ. Presidente da Regional Rio de Janeiro da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD)-2010-2011. Vice-presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes 2012-2013

Marcus Miranda

Formado em Medicina pela Universidade Federal Fluminense em 1995, fez residência médica em Endocrinologia e Metabologia pela UFRJ (1996-1999); mestrado pelo Setor de Nutrologia do Departamento de Clínica Médica do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (UFRJ) concluído em 2001. Especialista em Endocrinologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Atualmente é médico de Serviço de Nutrologia do HU-UFRJ e médico clínico da Maternidade Escola de Laranjeiras da UFRJ, atuando na equipe de transtornos endócrino-metabólicos na gestação; exercendo também função de supervisor dos médicos residentes em Endocrinologia e Metabologia no HU/ UFRJ e na ME/UFRJ

foto

Mylena Pinto Lima é Psicóloga e Analista do Comportamento atuando no estado do Espírito Santo desde 2017. Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Pará (1990), Mestrado em Psicologia Comportamental pela Universidade Federal do Pará (1999) e Doutorado em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (2004), Pós-Doutorado em Psicologia da Saúde e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Espírito Santo (2004-2007). Obteve certificação em Análise Aplicada do Comportamento (2013) pelo Behavior Analyst Certification Board - BACB. Atuou como Analista do Comportamento nos programas para o tratamento efetivo do autismo, Autism Programs, do St.Amant Centre, Winnipeg, Canadá (2007-2014). É certificada pelo programa de treino de parentalidade positiva Triple P (2016). Atuou como Coordenadora do Programa de Saúde Comportamental para adolescentes com necessidades complexas, Complex Needs Program do Marymound Centre, Winnipeg, Canadá (2014-2017). É diretora clínica da Casulo Comportamento e Saúde, clínica de psicologia especializada no tratamento efetivo do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) em Linhares, Espírito Santo. Tem experiência na área de ensino e prática psicológica com ênfase na Análise Experimental do Comportamento (AEC), Análise Aplicada do Comportamento (ABA) com ênfase no tratamento dos problemas de desenvolvimento, saúde mental e de aprendizagem para crianças e adolescentes. Especializou-se na avaliação comportamental de crianças e adolescentes, no desenvolvimento e implementação de programas de intervenção comportamental intensiva e precoce para o tratamento efetivo de transtornos do desenvolvimento, no desenvolvimento de programas de inclusão escolar e ensino para indivíduos com necessidades educativas especiais, treinamento e consultoria escolar, treinamento e desenvolvimento de profissionais e treinamento de pais com ênfase na aplicação de estratégias de parentalidade positiva.

Membros Antigos

Ana Carolina Rocha

Ana Carolina Rocha é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro e estagiária bolsista do CNPQ. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de avaliação e manejo de estresse e ansiedade na Maternidade Escola da UFRJ. Possui interesse nas áreas de Psicologia Clínica Hospitalar, com enfoque na atenção à saúde materno-infantil e intervenção precoce em contextos de vulnerabilidade, além da Psicologia Clínica Infantil e interesse na área acadêmica

Ana Caroline Coelho

Ana Caroline Coelho de Oliveira é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Possui interesse na área de Psicologia Clínica Hospitalar, com enfoque nos temas relacionados à interação mãe-bebê, paternidade e saúde da mulher

Anna Luiza da Cunha Vianna

Anna Luiza da Cunha Vianna é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Possui interesse nas áreas de Psicologia Clínica Hospitalar, com abordagem desenvolvimentista, nas temáticas de atenção e intervenção precoce, contextos familiares de risco quanto à vulnerabilidade infantil pré e pós parto, com foco na saúde da mulher e do bebê.

Betina Carnevale

Betina Carnevale é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de avaliação e manejo de estresse, ansiedade e depressão. Possui interesse na área de Psicologia Clínica Hospitalar, Psicologia do Desenvolvimento e Psicologia Clínica Infantil.

Cláudia Lúcia Vargas Caldeira

Cláudia Lúcia Vargas Caldeira é psicóloga (Universidade Estácio de Sá, RJ), com experiência na área clínica, ênfase em Psicologia Cognitiva-Comportamental. Atualmente cursa Pós-graduação em Neuropsicologia, na Santa Casa de Misericórdia (RJ), atuando na avaliação do desenvolvimento neonatal no Instituto Fernandes Figueira (IFF). Colabora com os projetos de pesquisa e extensão conduzidos no LEPIDS

Elisabeth Silva

Elisabeth Hellen P. da Silva é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de psicologia clínica hospitalar do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Hospitalar, nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contextos de vulnerabilidade e à prematuridade.

Emmanuela Girão

Emmanuela da Rocha Cruz Girão é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.Ingressou na ME - UFRJ como estagiária de Psicologia Clínica Hospitalar do Departamento de Psicologia Aplicada(DPA) do Instituito de Psicologia da UFRJ. Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Hospitalar,nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contexto de vulnerabilidade e à prematuridade

Flavio Freinkel Rodrigues

Professor Associado da Faculdade de Medicina da UFRJ Mestre e Doutor em Cirurgia pela UFRJ Pós-graduado em Neurocirurgia pela Université René Descartes-Centre-Hospitalier Sainte-Anne Paris ,França Membro da Academia Brasileira de Neurocirurgia Professor do Curso de Pós-graduação da Maternidade Escola da UFRJ Professor do Programa de Residencia Multiprofissional em Saúde Perinatal Professor Associado da Faculdade de Medicina da UFRJ Mestre e Doutor em Cirurgia pela UFRJ Pós-graduado em Neurocirurgia pela Université René Descartes-Centre-Hospitalier Sainte-Anne Paris ,França Membro da Academia Brasileira de Neurocirurgia Professor do Curso de Pós-graduação da Maternidade Escola da UFRJ Professor do Programa de Residencia Multiprofissional em Saúde Perinatal

Gabriela Freitag

Gabriela Freitag é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de avaliação e manejo de estresse, ansiedade e depressão. Possui interesse na área de Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Clínica Hospitalar e Psicologia Clínica Infantil.

Gabriela Serpa (FAPERJ)

Gabriela Serpa Medina Barbosa é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Bolsista de Iniciação Científica da FAPERJ (março, 2012). Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Hospitalar, nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contextos de vulnerabilidade, assim como a temática da resiliência

Isadora Marchioni

Isadora Marchioni é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de avaliação e manejo de estresse, ansiedade e depressão. Possui interesse na área de Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Clínica Infantil e na área acadêmica.

Julie Smith

Julie Anna Barros Smith é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Possui interesse nas áreas de Psicologia Clínica Hospitalar e Perinatal, com enfoque na atenção à saúde materno-infantil, intervenção precoce em contextos de vulnerabilidade e saúde ocupacional dos profissionais atuantes na área

Laila Akerman

Laila Akerman é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de avaliação e manejo de estresse e ansiedade. Possui interesse na área de Psicologia Clínica Hospitalar, Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Positiva, e práticas complementares em saúde.

Lívia Bartha

Lívia Bartha é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de avaliação e manejo de estresse e ansiedade. Possui interesse na área de Psicologia Clínica Hospitalar, Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Positiva e na área acadêmica

Luiza Leal

Luiza Martins Leal é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Possui interesse nas áreas de Psicologia Clínica Hospitalar e Perinatal, Desenvolvimento Humano, e nos temas relacionados à Maternidade e Paternidade

Maria Victória Werneck Magalhães Costa

Maria Victória Werneck Magalhães Costa é psicóloga, pós-graduanda em Psicologia Hospitalar na Universidade Veiga de Almeida (RJ). Tem experiência em atendimento a gestantes e puérperas e aleitamento materno. Trabalha como psicóloga, técnico-administrativo da ME-UFRJ, desde 1993, onde participou da implantação do Programa Canguru. Fez parte da equipe da Secretaria Estadual de Saúde como multiplicadora do Programa Hospital Amigo da Criança, além de ter participado da equipe multiprofissional que produziu as normas deste programa na ME-UFRJ. Atualmente é preceptora de Psicologia do Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Perinatal em 2010-2011. Colabora com os projetos de pesquisa e extensão conduzidos no LEPIDS.

Mariana Prado

Mariana Prado é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de psicologia clinica hospitalar do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de atendimento clínico hospitalar no ambulatório de diabetes mellitus gestacional da ME-UFRJ, e contribui em algumas pesquisas do LEPIDS. Tem interesse na área da psicologia hospitalar e da saúde ocupacional de profissionais da saúde

Mayara Vargas

Mayara Vargas é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de avaliação e manejo de ansiedade, estresse e depressão. Possui interesse na área de Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Clínica Hospitalar, Psicologia Clínica Infantil e interesse na área acadêmica

Mª Cecília Monsanto (PIBIC/UFRJ)

Maria Cecília Monsanto da Rocha é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Bolsista de Iniciação Científica do PIBIC/CNPq (agosto, 2012). Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Positiva, nos temas relacionados ao estudo dos contextos promotores de resiliência e dos fatores de risco e de proteção ao desenvolvimento humano

Paolla Pinheiro (FAPERJ)

Paolla Pinheiro Mathias, graduanda do Instituto de Psicologia da UFRJ. Ingressou na Maternidade Escola da UFRJ como bolsista em Iniciação Científica pela FAPERJ, no estágio de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Possui estágio em Pesquisa em Ansiedade, Depressão e Desnutrição em Modelo Translacional no Instituto de Psiquiatria da UFRJ - IPUB. Possui curso de Extensão em Psicologia Jurídica pelo Instituto de Gestalt Terapia- IGT e interesse na área de Psicologia Hospitalar, com enfoque nos temas de saúde da mulher e interações precoces

Patrícia Pinheiro

Patricia Pinheiro é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de avaliação e manejo de estresse e ansiedade. Possui interesse na área de Psicologia da Saúde, Psicologia Clínica Hospitalar, Psicologia Perinatal, Psicologia do Desenvolvimento e na área acadêmica.

Paula Maynarde

Paula Sampaio Maynarde é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de psicologia clínica hospitalar e de pesquisa do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de atendimento clínico hospitalar no Ambulatório de Diabetes Mellitus Gestacional da ME-UFRJ, além de participar de duas pesquisas desenvolvidas no LEPIDS. Possui interesse na área de Psicologia Clínica Hospitalar e Psicologia do Desenvolvimento Humano, nos temas relacionados a saúde da mulher; materno-infantil; saúde ocupacional de profissionais atuantes na área da saúde

Pscicóloga Luana Simões

Luana Freitas Simões é psicóloga (UERJ). Atualmente, participa do Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Perinatal na Maternidade Escola da UFRJ, além de ser colaboradora no Grupo de Estudo e Pesquisa em Psicologia Pediátrica coordenado pela Profª Dra. Ana Cristina Barros da Cunha. Interessa-se por temas relacionados á Psicologia do Desenvolvimento, Interação mãe-bebê, Psicologia Hospitalar (processo de adoecimento, morte e luto)

Psicóloga Solange Frid Patricio

Solange Frid Patricio é psicóloga (Universidade Santa Úrsula, RJ), com experiência nas áreas clínica e hospitalar. Bacharelado e Licenciatura em Filosofia (PUC-RJ, 2008). Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica, PUC-RJ, 2011). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Intervenção Precoce, Clínica pais-bebê, família e casal. Bolsista de Treinamento Técnico Cientifico da FAPERJ pelo LEPIDS (2011). Colabora com os projetos de pesquisa e extensão conduzidos no LEPIDS; além do Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Perinatal da ME-UFRJ (2011)

Suzy Lopes (PIBIC/UFRJ)

Suzy Anne Lopes de Souza é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Bolsista de Iniciação Científica do PIBIC/CNPq (setembro, 2012). Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e da Psicologia Social, com temas relacionados a fatores de risco, resiliência e mecanismos de enfrentamento (coping).

Thamyres Cuntin

Thamyres Cuntin é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Desenvolve atividades de avaliação e manejo de estresse, ansiedade e depressão. Possui interesse na área de Psicologia Positiva, Psicologia Clínica Hospitalar e Psicologia do Desenvolvimento

Vanessa Miranda

Vanessa Miranda S.P. Carneiro é aluna de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Estagiária do Programa de atenção integral à criança hospitalizada - Saúde e Brincar (IFF/Fiocruz). Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano, Psicologia Hospitalar e Clínica, nos temas relacionados à infância; fatores de risco e proteção ao desenvolvimento humano; saúde ocupacional de profissionais atuantes na área da Saúde

Vanessa Souza

Vanessa Oliveira de Souza é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ingressou na ME-UFRJ como estagiária de pesquisa em Psicologia Pediátrica do Departamento de Psicologia Aplicada (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Possui interesse nas áreas de Desenvolvimento Humano e Psicologia Clínica Hospitalar, nos temas relacionados à maternidade e paternidade em contextos de vulnerabilidade, prematuridade e a saúde da mulher

Vivian Alves

Vivian K. S. Alves é aluna da graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é estagiária em pesquisa da ME-UFRJ através do Departamento de Psicologia Aplicada, (DPA) do Instituto de Psicologia da UFRJ. Possui interesse na área de Desenvolvimento Humano e Psicologia Hospitalar, nos temas relacionados à prematuridade e ao enfrentamento (coping).